Estão abertas as inscrições para o programa Bolsa Atleta 2021

 

Edital do Bolsa Atleta contemplará resultados esportivos de 2019 e 2020


Assim, a partir de terça-feira (26), os atletas já podem enviar virtualmente documentos como declarações de clube e de patrocinadores direto pelo sistema. É nele também que o candidato à Bolsa Atleta deverá preencher o plano esportivo, acompanhar o andamento da análise da inscrição e verificar periodicamente a existência de pendências. Quando for publicada a lista de contemplados no Diário Oficial da União, o atleta poderá, por meio do sistema, enviar os dados bancários e assinar o termo de adesão.

O edital foi publicado no Diário Oficial da União na última quinta-feira (21.01) e o prazo de adesão segue até 15 de fevereiro.  A novidade para este ano é que os atletas farão as inscrições em um ambiente totalmente online. A inovação tecnológica implementada pela Secretaria Nacional de Alto Rendimento (SNEAR) da Secretaria Especial do Esporte do Ministério da Cidadania põe fim ao envio de documentação pelos Correios e pretende tornar o processo de inscrições e de acompanhamento das análises mais célere e eficiente.

 A previsão orçamentária para o Bolsa Atleta em 2021 é de R$ 145 milhões, a maior desde 2014 e superior, inclusive, ao investimento no programa em 2016, ano dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos do Rio, que foi de R$ 143 milhões.

PASSO A PASSO - O novo sistema do Bolsa Atleta já está ativo. Para ter acesso, todos os candidatos elegíveis devem se cadastrar no portal único do Governo Federal. Com a senha criada, o atleta terá acesso ao sistema do programa, por meio da área de Inscrições da página do Bolsa Atleta no portal do Ministério da Cidadania. Assim, ele será direcionado ao portal de acesso dos sistemas, quando deverá clicar em "Entrar com gov.br" e inserir o CPF e a senha cadastrados. Já na área restrita, poderá efetuar a inscrição e enviar a documentação necessária.

O candidato deve monitorar as notificações do sistema periodicamente a área restrita dele, pois toda a comunicação será feita por lá, como pedidos de correção ou complemento. Outro cuidado é com o prazo. Até a data final de inscrições, no dia 15 de fevereiro, o atleta deve submeter o formulário mesmo que não tenha todos os documentos em mãos.

Como a Secretaria Especial do Esporte já havia anunciado em agosto do ano passado, o edital contempla, pela primeira vez, resultados esportivos de dois anos (2019 e/ou 2020), uma estratégia para que os atletas não sejam prejudicados pelos efeitos da pandemia de Covid-19.

FORÇA DO PROGRAMA - O Bolsa Atleta é um dos maiores programas de patrocínio direto ao atleta do mundo e apresenta resultados fundamentais para o esporte brasileiro. Desde a criação, em 2005, já foram concedidas mais de 69,5 mil bolsas para 27 mil atletas de todo o país. O valor destinado pelo programa desde sua implantação supera a marca de R$ 1,2 bilhão.

Postar um comentário

0 Comentários