Palmeiras e Santos decidem Copinha nesta terça-feira, no Allianz Parque

Palmeiras joga em casa na final da Copinha


A Federação Paulista de Futebol (FPF), vai concluir nesta terça-feira, 25, a Copinha 2022. Na final, Palmeiras e Santos vão decidir o título no Allianz Parque, às 10h (horário de Brasília), com torcida única.

Como o Pacaembu, tradicional palco da competição, está passando por reformas - e assim indisponível para receber a final da Copinha - a FPF alegou que a escolha pelo Allianz Parque foi tomada depois de uma "análise minuciosa de todas as variáveis envolvidas na grande final da Copa São Paulo e diálogo com a Polícia Militar de São Paulo"

Além disso, a entidade diz que também levou em conta a melhor campanha entre os finalistas. Nesse caso, com o Palmeiras ficando como mandante. Logo depois do anúncio feito pela FPF, o Santos protestou contra essa postura por entender que a situação "privilegia o outro finalista e não atende ao princípio de isonomia". 

Ainda de acordo com a nota divulgada pela FPF, o jogo foi marcado para acontecer às 10h (horário de Brasília) por "motivos de segurança", já que o objetivo é não coincidir com a partida do Corinthians contra a Ferroviária, que acontece na Neo Química Arena, pelo Paulistão, também na terça-feira, 25, mas um pouco mais tarde, às 21h (horário de Brasília).

CAMPEÃO DA COPINHA NÃO  LEVA GRANA 

Palmeiras e Santos disputam amanhã (25) a final da Copa São Paulo Júnior de olho em mais um título que certamente será muito comemorado pelo campeão, mas que não tem muita importância financeira. Não há prêmio em dinheiro para quem levantar a taça. Segundo os organizadores da competição, para fazer ela acontecer, o investimento em juízes, estádios e equipes de trabalho é muito alto e a principal função é incentivar os times a revelarem talentos

Até por isso, a FPF pode não dar grana no bolso de quem levantar a taça, mas a arrecadação principal vem com o uso dos talentos no time profissional e, claro, com a venda dos que se destacarem mais. Isso sem contar na mudança de vida para vários atletas que jogam em cidades pequenas pelo Brasil e conseguem usar a competição como palco para um futuro diferente.

No caso palmeirense, uma eventual conquista ainda pode servir para marcar a carreira de vários jogadores e entrar para a história do time como a primeira vez que isso acontece.


Postar um comentário

0 Comentários