Carlos Ferro pediu demissão do cargo de treinador do Moto Club. O anúncio foi feito pelo próprio, na tarde deste domingo, em entrevista à Rádio Mirante AM, logo após o empate do Papão diante do Pinheiro, no Costa Rodrigues, em partida válida pelo Campeonato Maranhense.

Segundo o técnico, o motivo da saída é por conta de "pressões internas". Ele também ressalta as recentes conquistas, e comenta sobre a falta de "tranquilidade" no dia a dia dentro do clube.

- Queria aproveitar o espaço, para dizer que estou encerrando meu ciclo no Moto Club. As pessoas precisam entender que esse projeto é muito de confronto interno, e não externo. A gente não consegue ter uma tranquilidade pra desenvolver um trabalho, apesar de todo o apoio do presidente, mas ele é sozinho. Tem os conselheiros, as pessoas internas. Mas eu saio de cabeça erguida pelo trabalho - disparou o técnico.

- Conseguimos trazer uma cota de R$ 750 mil a mais depois de passar da primeira fase da Copa do Brasil. No meio de semana, quase conseguimos mais R$ 1,9 milhão, mas foi por detalhe. Colocamos um time e um treinador desacreditado na final do Maranhense. Fruto de um trabalho conciso e dentro da nossa realidade. É uma decisão pessoal minha. Vou repassar para a diretoria. Muitas pessoas, conselheiros pressionam o presidente (Yglésio Moyses), e isso não é bom para o clube - concluiu Ferro.

Post a Comment

APRENDA TUDO SOBRE ALOGAMENTO DE UNHAS

CLIQUE NA IMAGEM E CONHEÇA AS OFERTAS