O governador Carlos Brandão participou, nesta quarta-feira (5), da reunião entre o ex-presidente e candidato à Presidência, Lula, e governadores, senadores e deputados das regiões Norte e Nordeste. A reunião aconteceu em São Paulo, com a presença também do candidato a vice Geraldo Alckmin, e tratou das estratégias que levem o presidenciável à vitória no segundo turno das eleições.

Junto com o governador, estavam o vice-governador eleito, Felipe Camarão, e o senador eleito, Flávio Dino. Os líderes presentes destacaram a importância de resgatar os votos brancos, nulos e abstenções, além do esforço coletivo para mobilizar mais apoio popular à vitória de Lula, imprescindível para a segurança da democracia e das instituições do Estado brasileiro.

O governador Carlos Brandão ressaltou o total apoio do Maranhão à vitória de Lula. “Dos 217 municípios, só perdemos em três municípios. O presidente teve 68% dos votos, só ficamos atrás do Piauí. Nosso desafio é bater esse recorde. É muito importante nesse segundo turno que cada um se empenhe o máximo possível para que a gente diminua a abstenção. No Maranhão, já fizemos a primeira grande caminhada na segunda-feira após as eleições, e vamos ter reuniões com prefeitos, ex-prefeitos e deputados. Pode contar com o Maranhão, que vamos mostrar pro Brasil que o Maranhão é Lula”, afirmou.

O senador eleito pelo Maranhão, Flávio Dino, destacou propostas de encaminhamento para a reunião. “Quero acentuar que a diferença Norte e Nordeste tem um caráter decisivo. Ampliar no Norte-Nordeste é um dos vetores da nossa vitória. Segundo: mobilização. Eleição se ganha na rua, e militância vai pra rua quando o líder vai pra rua. Terceiro: transporte é um direito do eleitor que a Justiça Eleitoral precisa garantir. Quarto: eleição é emoção e sedução. Quinto: mobilizar as crianças, porque Lula é a esperança das crianças”, elencou.

O candidato a vice pela chapa de Lula, Geraldo Alckmin, falou sobre o amplo apoio que tem recebido. “Tivemos uma expressiva vitória no primeiro turno e teremos uma vitória ainda maior no segundo turno. Os sete ex-presidentes do PSDB declararam apoio a Lula, incluindo o ex-presidente da República Fernando Henrique Cardoso. Agora é campanha, pedir voto e percorrer o Brasil todo”, frisou.

O ex-presidente Lula, candidato apoiado pelo governador Carlos Brandão, agradeceu o apoio dos presentes e prometeu um novo pacto pelo Brasil. “Feliz o candidato que tem a quantidade de companheiros que eu tenho nessa reunião. Eu quero ir pra rua conversar com esse povo. Conversar e prepará-lo. A gente sabe das dificuldades que a gente vai ter. Precisamos conversar com os governadores e com os prefeitos para discutir a relação entre os entes federados. Não é possível alguém achar que o país é rico se as cidades são pobres. Os prefeitos vão participar ativamente da política de governança que nós queremos fazer. É com essa força de vontade que eu vou ganhar as eleições e reconstruir esse país junto com vocês”, declarou.

Também participaram da reunião as governadoras Fátima Bezerra (PT-RN) e Regina Sousa (PT-PI). E os governadores Helder Barbalho (MDB-PA), Clécio Luís (Solidariedade-AP), Paulo Câmara (PSB-PE), Rafael Fonteles (PT-PI) e João Azevedo (PSB-PB).

Estavam ainda presentes a senadora Katia Abreu (PP-TO) e os senadores Fabiano Contarato (PT-ES), Renan Calheiros (MDB-AL), Renan Filho (MDB-AL), Paulo Paim (PT-RS), Paulo Rocha (PT-PA), Carlos Fávaro (PSD-MT), Jean Paul Prates (PT-RN), Veneziano Vital (MDB-PB), Jacques Wagner (PT-BA), Jader Barbalho (MDB-PA), Acir Gurgacz (PDT-RO), Camilo Santana (PT-CE), Welligton Dias (PT-PI), Marcelo Castro (MDB-PI) e José Amauri (Podemos-PI), além de deputados e outras lideranças políticas.

Post a Comment

APRENDA TUDO SOBRE ALOGAMENTO DE UNHAS

CLIQUE NA IMAGEM E CONHEÇA AS OFERTAS